Pular para o conteúdo principal

Decifra-te...

Vale à pena?
Valeu o esforço?
O que realmente mudou, faz algum sentido?
Todo o empenho, todo o envolvimento?
Mas, o que é mais importante, o fim, o começo e o que dizer do percurso?

Será que o fim justifica os meios?

Não importa como inicia, mas devo começar?

Perguntas que de alguma forma nós nos fazemos e se não as fazemos nos são impostas pelo tempo a fazê-las.

Ai nossa força interior rompe em nós e berra: “EU SEI!”, e na verdade não sabe nem porque deu este grito. Talvez por medo – se fosse por isso, pelo menos isto.

“De que vale viver, ganhar o mundo todo, colher, correr e saltar as mais altas colinas e perder a própria vida”.


E quando perguntarem teu nome o que você respondera?

‘me chame de incapaz.


Todo aquele que tentar salvar sua própria vida perdê-la-a, e quem perder a sua vida achá-la-a...


Isto faz algum sentido para você amigo “ponto com” (.com). Isso mexe com teu breu, acredita que é sábio aos teus próprios olhos?

Decifra-te ou se devore...

Quer saber. Tudo isso tem resposta e esta resposta é Cristo. Pode espernear! Abaixo do Sol tudo é vaidade! Cristo é o começo e o fim para todas as coisas construa, renove, cresça, faça a carreira que lhe é proposta. Se o fim é Cristo tudo se explica, tudo se encaixa...

Cabe a você ‘.com ‘, ser mais do que é, deixa Cristo ser o COMeço, o meio e o ponto final de sua vida.

Comentários

Fernando Macedo disse…
Extraórdinário!!!! Belo texto, com verdades nua e crua....Que seja Cristo em Nós a essencia da vida !!!!
Marinez disse…
Nossa!!!! Deus pode estar falando comigo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! rsrssssssssssssssss
André Paz disse…
Excelente o texto, meu caro! Inclusive ultimamente esses questionamentos estão a todo momento em minha mente. É hora de abrir os olhos e se apegar um pouco mais ao que realmente importa. Cristo.
Parabéns pelo blog, cara, muito bom!
Abracao!
Daiane disse…
Num mundo onde somos julgados pelo que temos é maravilhoso lembrar que temos a Cristo, e se temos a Cristo nada nos falta. Obrigada Lu, por nos presentear com o seu blog.
cristiana disse…
A vida é feita de perguntas, e na verdade talvez o mais importante não seja saber as respostas mas apenas ter perguntas. Abraão deixou sua terra, seu lugar seguro, cômodo e conhecido, e partiu por uma terra árida cheio de perguntas, para as quais muitas não achou respostas. Ele é um exemplo de homem guiado por Deus. Ele foi vitorioso. E nós também seremos. Mesmo com muitas perguntas e poucas ou nenhuma resposta. Tudo que precisamos saber é se Deus guia o nosso ,muitas vezes, incompreensível caminho.(Incompreensível até para nós mesmos já que a vida nos leva para muitos lugares que nem sonhávamos..)Excelente texto. Vamos com certezas ou incertezas, mas vamos com Deus e apoiando uns aos outros, como Ele nos ensina. Parabéns

Postagens mais visitadas deste blog

A dedicação dos Muros de Jerusalém

“Na dedicação dos muros de Jerusalém... Ajuntaram-se os filhos dos cantores... Purificaram-se os sacerdotes e... Então, fiz subir os príncipes de Judá sobre o muro e formei dois grandes coros em procissão... sobre a muralha para a banda da Porta do Monturo”(Ne 12.27,28,30,31.)Há um constante desdobrar de verdades espirituais nesses textos. Há uma variedade de temas bíblicos como dedicação, ajuntamento, purificação, príncipes, corais, etc., que podem ser amplamente estudados e enriquecer a vida da igreja no seu serviço a Deus.Jamais poderá haver louvor e adoração completos, se não houver dedicação de vidas, de música e dos “muros” que falam da nossa unidade na igreja. É necessário, também, a purificação de vidas para que o louvor seja plenamente restaurado.A unidade da igreja, a Jerusalém espiritual, está representada pelos muros que a cercam. São muros com portas e torres com nomes significativos para a vida da igreja. Todo crente é chamado para o louvor e adoração, e não s…

Quando o Tempo Chora

Quando o tempo chora
Quando o vento toca
A pele arrepia
O tempo molha
A face enruga
Amanhece o dia e a noite ainda permanece
Os dedos úmidos apagam o rastro...
Sobra a noite sem cor, sem brilho sem sabor...
Cabe a nós recomeçar

Vida Só é Vida Quando Compartilhada

Meu nome é Luciano. Sou nordestino, baiano, soteropolitano e cidadão do Reino. Sim, cidadão do Reino – cristão. Assim me identifico por conta de minha crença em Deus de onde alimento minha alma, onde estou sustentado. Crença que baliza minha vida. Peço a você que lê estas palavras que não se prenda ao estereótipo de cristão/evangélico que você venha a ter. Afinal de contas cada um é um individuo dotado de uma digital única.
Hoje fui elevado, sofri uma epifania, fui transladado. Recebi uma revelação, fui iluminado. Sofri uma metanoia, me converti mais um pouco. Sofri uma daquelas coisas que para o outro pode parecer idiota ou bobo ou ate mesmo sem sentido. Fiquei como uma criança vendo a praia pela primeira vez.
Infelizmente não pude perceber antes, pois estava envolvido com minhas mesquinheis e paixões, por conta disso não percebi o quanto estava cego. Sim, cego e com os sentidos alterados. Com a percepção invertida pela rotina do cotidiano. O que me comoveu tanto e que gerou em mim …