Pular para o conteúdo principal

Para os Amigos


Saudações da parte do nosso Senhor Jesus Cristo a todos os meus amigos e irmãos que amo.
Sou muito agradecido a Deus por tê-los como amigos e poder chama-los de irmãos. Meu desejo para com vocês é que sempre tenham oportunidade de viver e falar do amor de Deus para com a humanidade.
Nesta semana fui confrontado com uma realidade do evangelho que por tanto fazer e me ocupar a muito estive afastado e que nas oportunidades de que tive neste período me comportei como um expectador. Falava ao meu coração “que já estava fazendo a minha parte” quando na verdade mesmo estando presente me escondia atrás do trabalho...
Fui convidado para ministrar em uma congregação onde as crianças – adultos precoces – alegres sorriam agora em sua “inocência infantil” recém-conquistada, pois nem sempre era assim. Neste lugar o corpo de Cristo, a igreja, não entrava toda a semana, devido a habitual  violência que fazia parte da rotina daquele lugar.
Pelo amor de Deus as coisas estão mudando naquela comunidade periférica. Um pastor movido por Deus se colocou a disposição para enfrentar aquelas condições adversas e vexatórias e com a marca de Cristo e hoje podemos entrar e fazer este relato para todos vocês.
Sei que temos muitos lugares semelhantes á este em nossas cidades. Muitos dos nossos bairros estão de igual forma deplorável. Sei também que iras me dizer que tens orado e assim como eu dirás que tem gente com papeis diferentes no Reino..., e que todas necessitam de atenção, mas não é disto que venho falar aqui.
Na verdade a pergunta que ecoa é o que nós temos feito para transformar a realidade ao nosso redor. Reuniões, encontros,  eventos que falam do poder da igreja local, congressos que nos enchem de ferramentas e mecanismos de ação mas não temos como aplicar ‘porque na semana seguinte tem outro’... Todas estas coisas são boas e agradáveis; não às eliminemos, mas fazer a pergunta é necessário “para que tudo isso?”  
Não perca suas energias em exercícios de piedade, mas se entregue a causa de Cristo. Ouço jovens cantando “eu tenho um chamado”, “eu não necessito ser reconhecido”, “eu preciso ser amigo de Deus” e a Bíblia que norteia nossa fé e praticas diz que aquele que ama Cristo guarda os seus mandamentos e os cumprem e também está escrito que aqueles que cuidam de qualquer um dos pequeninos dando-lhes de comer, beber, vestir visitando nas prisões, orfanatos, suprindo as necessidades destes que pouco ou nada tem o fazem para Cristo.
Não quero com estas palavras ofende-los, mas sim tirá-los da zona de conforto. Saia do comodismo e visite aquele lugar por qual você ora arregace as mangas com as armas que o Senhor tem lhe dado, faça contato com as pessoas que são teus irmãos carentes não só de oração, mas de um abraço um carinho uma atenção física real.

Deus abençoe a todos. Que sejamos sal e luz onde estivermos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A dedicação dos Muros de Jerusalém

“Na dedicação dos muros de Jerusalém... Ajuntaram-se os filhos dos cantores... Purificaram-se os sacerdotes e... Então, fiz subir os príncipes de Judá sobre o muro e formei dois grandes coros em procissão... sobre a muralha para a banda da Porta do Monturo”(Ne 12.27,28,30,31.)Há um constante desdobrar de verdades espirituais nesses textos. Há uma variedade de temas bíblicos como dedicação, ajuntamento, purificação, príncipes, corais, etc., que podem ser amplamente estudados e enriquecer a vida da igreja no seu serviço a Deus.Jamais poderá haver louvor e adoração completos, se não houver dedicação de vidas, de música e dos “muros” que falam da nossa unidade na igreja. É necessário, também, a purificação de vidas para que o louvor seja plenamente restaurado.A unidade da igreja, a Jerusalém espiritual, está representada pelos muros que a cercam. São muros com portas e torres com nomes significativos para a vida da igreja. Todo crente é chamado para o louvor e adoração, e não s…

Quando o Tempo Chora

Quando o tempo chora
Quando o vento toca
A pele arrepia
O tempo molha
A face enruga
Amanhece o dia e a noite ainda permanece
Os dedos úmidos apagam o rastro...
Sobra a noite sem cor, sem brilho sem sabor...
Cabe a nós recomeçar

Vida Só é Vida Quando Compartilhada

Meu nome é Luciano. Sou nordestino, baiano, soteropolitano e cidadão do Reino. Sim, cidadão do Reino – cristão. Assim me identifico por conta de minha crença em Deus de onde alimento minha alma, onde estou sustentado. Crença que baliza minha vida. Peço a você que lê estas palavras que não se prenda ao estereótipo de cristão/evangélico que você venha a ter. Afinal de contas cada um é um individuo dotado de uma digital única.
Hoje fui elevado, sofri uma epifania, fui transladado. Recebi uma revelação, fui iluminado. Sofri uma metanoia, me converti mais um pouco. Sofri uma daquelas coisas que para o outro pode parecer idiota ou bobo ou ate mesmo sem sentido. Fiquei como uma criança vendo a praia pela primeira vez.
Infelizmente não pude perceber antes, pois estava envolvido com minhas mesquinheis e paixões, por conta disso não percebi o quanto estava cego. Sim, cego e com os sentidos alterados. Com a percepção invertida pela rotina do cotidiano. O que me comoveu tanto e que gerou em mim …